QUEM SOMOS

O centro de Equoterapia Apoiar nasceu da paixão pelos cavalos e pelas pessoas com deficiência de sua idealizadora e instrutora de equitação Marcela Parsons. Estabelecido em 2008 teve sua primeira sede nas antigas instalações do Jóquei Clube de Brasília
depois com uma sede em Vicente Pires e outra no Brasília Country Club. Atualmente os atendimentos acontecem apenas no Brasília Country Club.


Com o objetivo de tornar o atendimento de equoterapia mais humano, caloroso e ao mesmo tempo incentivar o hipismo de alto rendimento para pessoas com deficiência. Nome foi escolhido pela diretora Marcela devido ao amor pela modalidade
adestramento onde praticou e foi amazonas profissonal por muito tempo.


O nome Apoiar traz dupla interpretação, o apoio da Equoterapia ás pessoas com deficiência e a uma figura do Adestramento Paraequestre. A nossa principal missão é desenvolver o potencial das pessoas com deficiência que tenham dificudades nos aspectos sociais, saúde e educação proporcionando qualidade de vida e bem estar social.
 

Nosso centro é um centro de referência especializado em atendimento de equoterapia com foco no praticante e atenção especial a família. Temos como referência o atendimento do Adestramento Paraequestre única modalidade presente no programa dos jogos paralimpicos, Parenduro, salto adaptado, volteio terapêutico além de todos os programas de equoterapia.

Equoterapia

Equoterapia é um método terapêutico e educacional, que utiliza o cavalo dentro de uma abordagem multidisciplinar e interdisciplinar, nas áreas de saúde, educação e equitação, buscando o desenvolvimento biopsicossocial de pessoas com deficiências.

Musicoterapia

“Musicoterapia é um campo de conhecimento que estuda os efeitos da música e da utilização de experiências musicais, resultantes do encontro entre o/a musicoterapeuta e as pessoas assistidas. A prática da Musicoterapia objetiva favorecer o aumento das possibilidades de existir e agir, seja no trabalho individual, com grupos, nas comunidades, organizações, instituições de saúde e sociedade, nos âmbitos da promoção, prevenção, reabilitação da saúde e de transformação de contextos sociais e comunitários; evitando dessa forma, que haja danos ou diminuição dos processos de desenvolvimento do potencial das pessoas e/ ou comunidades.

 

O musicoterapeuta é o profissional de nível superior ou especialização, com formação reconhecida pelo MEC e com registro em seu órgão de representação de categoria. Ele/a é habilitado/a a exercer a profissão no Brasil. Ele/a facilita um processo musicoterápico a partir de avaliações específicas, com base na musicalidade e na necessidade de cada pessoa e/ou grupo. Estabelece um plano de cuidado e um processo musicoterápico a partir do vínculo e de avaliações específicas atendendo às premissas de promoção da saúde, da aprendizagem, da habilitação, da reabilitação, do empoderamento, da mudança de contextos sociais e da qualidade de vida das pessoas, grupos e comunidades atendidas. O musicoterapeuta pode atuar em áreas como: Saúde, Educação, Social / Comunitária, Organizacional, entre outras”.

 

De acordo com a  Federação Mundial de Musicoterapia (World Federation of Music Therapy)

 

“A Musicoterapia é a utilização da música e/ou seus elementos (som, ritmo, melodia e harmonia) por um musicoterapeuta qualificado, com um cliente ou grupo, num processo para facilitar e promover a comunicação, relação, aprendizagem, mobilização, expressão, organização e outros objetivos terapêuticos relevantes, no sentido de alcançar necessidades físicas, emocionais, mentais, sociais e cognitivas.

Programas de Equoterapia

 

Programa Hipoterapia:

Este é um programa essencialmente da área de saúde, voltado para as pessoas com deficiência física e/ou mental. Neste caso o praticante não tem condições físicas e/ou mentais para se manter sozinho no cavalo, necessitando de um auxiliar-guia para conduzir o animal.Na maioria dos casos, também necessita do auxiliar lateral para mantê-lo montado, dando-lhe segurança. A ênfase das ações é dos profissionais da área de saúde, precisando, portanto, de um terapeuta ou mediador para a execução dos exercícios programados. O cavalo é usado principalmente como instrumento cinesioterapêutico.

Programa Educação/Reeducação:

Este programa pode ser aplicado tanto na área da saúde quanto na da educação/reeducação. Neste caso o praticante tem condições de exercer alguma atuação sobre o cavalo e pode até conduzi-lo, dependendo em menor grau, do auxiliar-guia e do auxiliar lateral. A ação dos profissionais de equitação tem mais intensidade, embora os exercícios devam ser programados por toda a equipe, segundo os objetivos a serem alcançados. O cavalo propicia benefícios pelo seu movimento tridimensional e multidirecional e o praticante passa a interagir com o animal e o meio, com intensidade. Ainda não pratica equitação. O cavalo atua como instrumento pedagógico.

 

Programa Pré-Esportivo:

É aplicado nas áreas da saúde ou da educação. Neste caso, o praticante tem boas condições para atuar e conduzir o cavalo, embora não pratique equitação, pode participar de pequenos exercícios específicos de hipismo, programados pela equipe. A ação do profissional de equitação é mais intensa, necessitando, contudo, da orientação dos profissionais das áreas de saúde e educação. O cavalo é utilizado principalmente como instrumento de inserção social.

Programa Prática Esportiva Paraeqüestre:

Este programa tem como finalidade preparar a pessoa com deficiência para competições paraeqüestres com os seguintes objetivos: a) prazer pelo esporte enquanto estimulador de efeitos terapêuticos; b) melhoria da auto-estima, autoconfiança e da qualidade de vida; c) inserção social; d) preparar atletas de alta performance. Este programa abre caminho para competições paraeqüestres tais como: Hipismo Adaptado: modalidade de competição, dentro de um conceito festivo, adaptada ao praticante de Equoterapia, normatizada, coordenada, em âmbito nacional. Paraolimpíadas: organizadas logo após às Olimpíadas e que se destinam às pessoas com deficiência física e sensorial. Nela, os atletas competem na modalidade "adestramento paraequestre". É regulada pela Federação Eqüestre Internacional (FEI) e no Brasil pela Confederação Brasileira de Hipismo (CBH), em parceria com o Comitê Paraolímpico Brasileiro. Olimpíadas Especiais: criada para pessoas com deficiência mental que buscam somente a participação e não a alta performance. Esta modalidade está sendo regulamentada pela Special Olympics Brasil. Volteio Eqüestre Adaptado: são exercícios realizados sobre o cavalo que se movimenta em círculos, conduzido por um cavaleiro por intermédio de uma "guia longa".Paraenduro: O Paraenduro é uma modalidade relativamente nova que vem da adaptação do Enduro Equestre que  é uma competição de percursos de longa duração que toma lugar em trilhas naturais e exige alta resistência física do cavalo e do cavaleiro alem de trabalhar, equilíbrio, concentração, motivação e espirito de equipe.

 

Principais Indicações para Equooterapia

 - autismo

 - paralisia cerebral

 - síndrome de down

 - Acidente Vascular Cerebral

 - amputações 

 - deficiência visual

 - deficiência auditiva

 - deficiência mental 

 - déficit de atenção 

 - stress

 - ansiedade

 - depressão

 - fobias 

 - distúrbios de aprendizagem 

 - déficit de atenção 

 - hiperatividade 

 - timidez

 - comprometimentos sociais 

 - sequelas pós covid

 - síndromes genéticas 

 - entre outras

Nossos Diferenciais

 - Volteio terapêutico

 - Treinamento de alto rendimento no Adestramento Paraequestre e praparação de atletas paralimpicos da base até o alto rendimento.

 - Paraenduro

 - Terapia familiar a cavalo

 - Encontros terapêuticos mensais 

 - Salto Adaptado 

 - Musicoterapia

 - Equitação Infantil adaptada 

 
 
 
 
 
 
 
 
 
LOCAL

O centro de Equoterapia está localizado no Brasília Country Clube, contanto com infraestrututa exclusiva para os atendimentos com sede privativa, banheiro adaptado, rampa de montaria, pista de adestramento paraequestre, trilhas de paraenduro, picadeiro coberto. (conheça nossas instalações)

 
NOSSOS CAVALOS

CARAMELO

Cavalo anglo árabe de pelagem alazã. É utilizado para os atendimentos do terceiro e quarto programas e equitação infantil.

FANTASY

Égua de raça não definida e pelagem alazã utilizada para os atendimentos de equitação infantil, hipoterapia, educação e reeducação equestre.

ALGODÃO

Cavalo de raça não definida tordilho utilizado na hipoterapia e educação e reeducação equestre.

DIAMANTE

Cavalo de raça não definida negro utilizado na hipoterapia, educação e reeducação equestre, equitação infantil e pré esportivo.

CARAVELE

Cavalo Brasileiro de Hipismo, de pelagem alazã utilizado para o programa esportivo e volteio terapêutico.

 
NOSSOS PROFISSIONAIS
 
Marcela Parsons - Instrutora de Equitaç

INSTRUTORA DE EQUITAÇÃO

Marcela Parsons

Responsável pelo Centro Apoiar, Marcela é instrutora de equitação e equoterapeuta com curso de equoterapia em Santa Barbara na Califórnia, cursos de hipismo paraolímpico na Suécia e Bélgica. Curso básico de Equoterapia, Curso Avançado de Equoterapia, Curso de Instrutor para Equoterapia, Palestrante da Associação Nacional de Equoterapia, Uma das idealizadores e fundadora do quarto programa de equoterapia. Idealizadora e Executora do primeiro curso para o quarto programa de equoterapia  Primeira treinadora brasileira a participar de uma edição de Jogos Paralimpicos em 2004 na Grécia estréia do Brasil na modalidade. Técnica do atleta campeão Mundial e medalhista paralimpico Sergio Oliva, chefe de equipe nos Jogos Paralimpicos de Pequim 2008, Londres 2012, Rio 2016. Marcela tem como treinadora de hipismo paralimpico 4 medalhas de Bronze em Jogos Paralímpicos, duas medalhas de bronze em Jogos Mundiais duas pratas e um ouro. Foi diretora da Federação Hipica de Brasilia por 16 anos, diretora da CBH por 12 anos e secretaria nacional de paradesporto.

Andressa Lopes.png

Andressa lopes

FONOAUDIÓLOGA

Graduada pelo Centro Universitário UNIPLAN

Curso avançado em libras da saúde pelo IFB

Curso de capacitação em reabilitação cognitiva

Curso de capacitação em autismo

Flamarion Pereira da Silva.png

Flamarion Pereira

da Silva

INSTRUTOR DE EQUITAÇÃO

Atleta de Adestramento Paralímpico

8 vezes Campeão Brasileiro Grau III

Curso de instrutor de equitação para Equoterapia Ande Brasil

Ferrador de Cavalos

Gabriela dos Santos.png

Gabriella dos Santos 

FISIOTERAPEUTA

Pós graduanda em Fisioterapia intensiva neonatal e pediátrica

Capacitação no transtorno do espectro autista ( em andamento)

Curso básico de Libras

Curso básico de Equoterapia

Iara Morais - Educação Física.png

Iara Morais

EDUCAÇÃO FÍSICA

Licenciatura e Bacharel

Curso de Equoterapia ANDE-Brasil

Professora Academia

Kelem Almeida - PsicólogaB.png

Kelem Almeida

PSICÓLOGA

Psicóloga, com pós graduação em recursos humanos kiscoach/coaching infantil, equoterapeuta, capacitação de atendimento ABA – Neurosaber e psicomotricidade nas terapias assistidas com equinos – ABRE

Rosângela Dias - Pedagoga.png

Rosângela Dias

PEDAGOGA

Equoterapeuta, Pedagoga, Psicopedagoga, Neuropsicopedagoga, Equoterapeuta, Docencia em Ensino Superior, curso de aperfeiçoamento no transtorno do espectro autista, albetização com alunos com deficiência mental, psicomotricidade e alfabetização, neuropsicomotricdade e educação e curso básico de equoterapia.

Simone Sampaio - Musicoterapia.png

Simone Sampaio

MUSICOTERAPIA

Graduada em Musicoterapia pela UFMG, Pós graduada em Docência e Gestão no Ensino Superior, Pós Graduação em ABA. 

Curso: Musicoterapia Abordagem Plurimodal pelo Centro de Musicoterapia Benezon Brasil. Experiência: Musicoterapia com gestantes e bebês de riscos (UTI neonatal), TEA, DPAC, PC, crianças com atraso no desenvolvimento de aprendizagem, deficiência intelectual, síndromes raras.

Taíse Souza - Pedagoga.png

Taíse Souza

PEDAGOGA

Equoterapeuta e Pedagoga com capacitação pedagógica em deficiência intelectual, transtorno Global do Desenvolvimento, deficiências múltiplas. Atendimento Educacional Especialialzado em perspectiva educacional e social relacionada a deficiência visual curso de deficiência física e acessibilidade, curso básico de equoterapia